Escalada

EscaladaO Movimento Escalada de Brasília é um movimento que integra a Comissão da Juventude da Arquidiocese de Brasília, coordenado por leigos, destinado à evangelização do adolescente a partir dos 13 anos de idade, em sintonia com as orientações pastorais da Arquidiocese.

O movimento surgiu em 1974, sentindo a falta de um movimento cristão que se destinasse aos adolescentes de Brasília, representantes de sete colégios católicos aqui instalados se reuniram para trocar idéias e criar algo que pudesse interessar a esses jovens.
Surgiram as Jornadas Intercolegiais, encontros de jovens estudantes, com duração de apenas um dia.

Em junho de 1975, Irmã Tarcisa, uma das coordenadoras dessas Jornadas, foi convidada, com algumas estudantes, para participarem de um encontro em São Paulo, também destinado a jovens, denominado Escalada.

Entusiasmada com o que viu, Maria de Lourdes Lemos (Irmã Tarcisa, da congregação das irmãs missionárias de São Carlos Borromeu Scalabrinianas – Carlistas), resolveu fazer experiência semelhante em Brasília. Numa chácara em Planaltina, realizaram-se, nesse mesmo ano, duas Escaladas, a primeira em outubro de 1975, com duração de 3 dias, como em São Paulo. O interesse por esses encontros ultrapassou as expectativas dos organizadores. Logo se sentiu a necessidade de achar um local mais amplo e apropriado para realizá-los. Foi aí que Irmã Margarida Maria de Oliveira (da congregação das Filhas de Nossa Senhora do Sagrado Coração), uma das coordenadoras das Jornadas Intercolegiais, colocou à disposição desse movimento que surgia uma chácara mantida por sua Congregação em Nova Betânia. As instalações eram precárias: um pequeno alojamento, uma cabana de palha que servia de refeitório e uma pequena capela; mas o local, rodeado por 7 colinas, era muito tranqüilo e acolhedor adequado à oração e ao recolhimento. A junção do conteúdo dos encontros com a simplicidade daquele lugar contagiou a todos. E Nova Betânia cativou o coração de quantos participavam do novo Movimento. Desde maio de 1976, é a casa da Escalada.

Nesse primeiro ano, aconteceram quatro encontros. Nos dois anos seguintes, 8; em 79, 9 e, em 81, 15. Foi o máximo de encontros num só ano. Nesse tempo, a Escalada já estava aberta aos estudantes da rede pública. Sentiu-se que um certo descontrole tomava conta do Movimento; era preciso mudar. Dom Damasceno, bispo auxiliar de Brasília, propôs, então, uma reestruturação geral, que aconteceu de 84 a 86. Foi aí que a Escalada deixou de ser uma iniciativa dos colégios para se transformar num Movimento da Arquidiocese, integrado à Pastoral do Adolescente. Os encontros anuais foram reduzidos a 1 ou 2 por ano, privilegiando-se a qualidade dos encontros e conferindo mais importância aos grupos pós-Escalada.

Hoje, o Movimento está bem consolidado e é o único da Arquidiocese que se volta para os adolescentes dos 13 aos 16 anos de idade. Graças à dedicação e ao desprendimento de muitos jovens e adultos que participam de corpo e alma de suas atividades, assumiu ele a importância de que hoje desfruta no meio católico de Brasília, sendo o responsável pela integração de muitos jovens à vida da Igreja e por sua aproximação de Cristo, num ambiente marcado pela alegria, pela oração e pela fé.

Grupo/Movimento Escalada “Anjos”: participa orações, leitura da Bíblia, liturgia/canto de missas, etc.

►“Jovem-mirim” – Idade: entre 14 e 17 anos.

►Reuniões: Todo 2ª FEIRA às 19:30, Sala São Francisco de Sales, no subsolo da Paróquia. 

►Site Movimento Escalada – Arquidiocese de Brasília:

http://www.escalada.org.br/

►Facebook Movimento Escalada:

https://www.facebook.com/escaladabsb?fref=ts

escalada1

(Visited 48 times, 1 visits today)

Cadastre o seu email